Tarifas cobradas nos aeroportos de Confins e Galeão são reajustadas

A decisão está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 7, e abrange taxas de embarque, conexão, pouso, permanência, armazenagem e capatazia; os reajustes foram feitos pela Anac

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Aeroporto de Confins
Aeroporto de Confins

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) reajustou em 3,672% várias tarifas cobradas nos aeroportos de Confins (MG) e Galeão (RJ). A decisão está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 7, e abrange taxas de embarque, conexão, pouso, permanência, armazenagem e capatazia.

As tarifas de embarque em aeronaves do Grupo 1 nos dois terminais, por exemplo, passarão a custar R$ 17,20 para voos domésticos e R$ 30,46 para voos internacionais. Já a taxa de conexão, por passageiro, tanto para voos domésticos quanto internacionais, será no valor de R$ 7,92.

Para aeronaves do Grupo 2, as tarifas de embarque e pouso são unificadas e foram fixadas pelo peso máximo de decolagem, em tonelada. Para aeronaves que transportam até uma tonelada, as tarifas serão de R$ 88,16 em voos domésticos e de R$ 126,88 em voos internacionais.

Para os aviões que levam mais de 300 toneladas, essas taxas ficam em R$ 8.378,85 para voos nacionais e em R$ 17.824,11 para voos internacionais. 

Leia tudo sobre: Anacaeroportosconfinsgaleãotarifasreajusteaumento