Ponte Preta elimina o Paraná nos pênaltis na Copa do Brasil

Macaca garante passagem para a terceira fase da Copa do Brasil e espera o vencedor de Vasco x Treze-PB

iG Minas Gerais | agência estado |

Edno comemora classificação da Ponte
PontePress/Victor Hafner
Edno comemora classificação da Ponte

A Ponte Preta precisou das cobranças de pênaltis para garantir a sua vaga na terceira fase da Copa do Brasil. Depois de empatar por 1 a 1, no tempo normal, mesmo placar da ida, o time campineiro levou a vaga nas penalidades por 8 a 7, nesta terça-feira, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Na última semana, Corinthians, Coritiba, Santa Rita-AL e Fluminense já haviam se classificado. Agora a Ponte Preta espera o vencedor do confronto entre Vasco-RJ e Treze-PB, que se enfrentam nesta quarta, no Rio de Janeiro, pelo jogo de volta. Na ida, na Paraíba, o time carioca venceu por 2 a 1, de virada. Contando com o apoio de sua torcida, a Ponte Preta começou melhor e abriu o placar com Alexandro, aos nove minutos, de cabeça. Mas o time recuou e sofreu o empate em uma bela cobrança de falta, por cobertura, do meia Lúcio Flávio, aos 44. Na etapa final, o ritmo caiu pelo cansaço dos dois times e ninguém conseguiu marcar o segundo gol. Na definição dos pênaltis, as 10 cobranças iniciais foram bem feitas e saíram gols, deixando tudo igual por 5 a 5. Na série alternada, o goleiro Roberto defendeu a oitava cobrança, feita por Marcos Serrato. Mas a Ponte Preta continua sem vencer, com cinco empates sob o comando de Dado Cavalcanti. A última vitória aconteceu no dia 12 de março - sobre o Náutico-RR, por 4 a 1. De lá para cá foram agora oito jogos, com três derrotas e cinco empates. Vitória do América/RN. Na Arena das Dunas, em Natal, o América-RN foi melhor e venceu o Náutico por 3 a 0, com gols de Isac, no primeiro tempo, e dois de Max, na etapa final. O jogo de volta, pela segunda fase, vai acontecer no próximo dia 13, na Arena Pernambuco, no Recife. O time potiguar pode perder por 2 a 0 ou por dois gols de diferença.

Leia tudo sobre: copa do brasilfutebolponte preta