Sargento da Polícia Militar sai de casa e desaparece em Ibirité

Segundo família, policial está tomando remédios controlados para tratar uma depressão; mulher saiu apenas com a roupa que estava usando

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A família de uma sargento da Polícia Militar está desesperada atrás de notícias da policial, que desapareceu nessa terça-feira (6), em Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ela saiu de sua residência apenas com a roupa que usava e não foi mais vista.

Mercina Francisca Pereira, de 42 anos, mora com o marido e a filha de 11 anos. “Meu tio acordou por volta de 8h30 e ela não estava mais em casa. Ela não levou nem a bolsa com os documentos pessoais. Inclusive a carteira da polícia está aqui”, contou a sobrinha da militar, Lorena Laine Fernandes de Souza, de 19 anos.

De acordo com a jovem, a tia não tem o costume de sair sem avisar e teria que assumir plantão no Copom na manhã desta quarta-feira (7). A mulher estaria com depressão e, há cerca de um mês, segundo a sobrinha, estava mais triste e calada.

“Ela foi ao médico e estava tomando remédio controlado. Minha tia sempre foi muito alegre e não teve nenhum motivo aparente para ela ficar triste”, contou Lorena.

Mercina está na corporação há 23 anos e, ainda conforme familiares, não tinha nenhum desafeto. As polícias Militar e Civil já estão ciente do desaparecimento.

“Estamos desesperados. Já divulgamos no Facebook, perguntamos para vizinhos e ninguém sabe passar informações. Pedimos que, quem souber alguma coisa, dê notícias”, pediu a jovem.

Informações podem ser passadas para o 190 ou o 181.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave