Mineirinho, o palco ideal

iG Minas Gerais | Diego Costa |

Parte de fora do ginásio também recebeu placas do Mundial de Clubes de vôlei
DENILTON DIAS / O TEMPO
Parte de fora do ginásio também recebeu placas do Mundial de Clubes de vôlei

O Mundial de Clubes de vôlei masculino recoloca em cena um dos grandes ginásios do mundo, o Mineirinho. E ele se torna ainda maior quando se destaca sua relação com a modalidade. Já recebeu 26.500 torcedores para o jogo entre Brasil e China, pelo Mundial Feminino, em 1994. Atualmente, o ginásio pode receber 15.050 pessoas. “O Mineirinho é o palco ideal quando se fala de um evento internacional de vôlei. Já recebeu partidas memoráveis, com grande publico. É um ginásio que pode chamar ‘casa do vôlei’, o templo do vôlei”, disse o vice-presidente da Federação Mineira de Vôlei, Tomás Mendes.

Além de abrigar os jogos, foram montados estandes que apresentam um pouco da rica cultura mineira, como a culinária local. “Por ser um espaço muito grande, temos que buscar entretenimento. Não só o evento esportivo, mas eventos externos para oferecer ao público ações para passar o dia assistindo ao jogo”, explicou Mendes.

E a estrutura agradou ao preparador físico do Esperance Tunis-TUN, Haithem Rebai: “Para nós, é fantástico estar aqui, estamos muito felizes, tanto jogadores como comissão técnica. A organização é muito boa. Acomodações e comida são excelentes. Estamos muito satisfeitos”.

O executivo da Federação Internacional de Volei (FIVB) Rafael Lloreda também elogiou as condições e atrações oferecidas durante a competição. “Mineirinho é um cenário com grandes e especiais condições para a realização do Mundial. Organização tem dado aos times toda a estrutura que eles precisam”, disse Lloreda.

Ele também revelou que Belo Horizonte pode voltar a receber o torneio. “Recebemos um pedido para que o Sada seja o anfitrião do Mundial em 2015 e 2016. Essa possibilidade existe”, completou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave