Com "um pé" na semi, Kaziyski revela meta: "Queremos o 1º lugar"

Ponteiro búlgaro afirma que time está focado e vai buscar o primeiro lugar na chave para ir com vantagem para fase final

iG Minas Gerais | GABRIELA PEDROSO |

Com duas vitórias em dois jogos, o Al-Rayyan, do Catar, está bem perto de confirmar a sua primeira participação em uma fase final do Mundial de Clubes. Em situação confortável no grupo B, que lidera com seis pontos, a equipe asiática pode se garantir matematicamente nas semifinais sem nem mesmo precisar entrar em quadra. Uma vitória do UPCN (ARG) sobre o Trentino (ITA), nesta quarta-feira, às 14h, assegura o time argentino e também o Al-Rayyan na próxima etapa do torneio. Maior pontuador do time do Catar na vitória por 3 sets a 0 sobre o Esperance, nesta terça-feira, o craque Kaziyski afirma, no entanto, que o objetivo do Al-Rayyan não se restringe à vaga. Segundo o ponteiro búlgaro, sua equipe quer também o primeiro lugar na chave. "Essa vitória foi muito importante, porque esse resultado praticamente nos coloca na fase final. Mas acho que, agora, a gente tem um grande trabalho pela frente, que é buscar ser o primeiro colocado no grupo e ter a vantagem nas semifinais. Pensamos nisso, e agora vamos ver o outro jogo (UPCN x Trentino) amanhã", destacou o jogador, ciente de que o outro duelo no grupo pode assegurar o Al-Rayyan na fase final. Sobre as semifinais, Kaziyski não se preocupa com um potencial adversário, mas revela um certo temor com um possível encontro com o russo Belogorie Belgorod. "Em qualquer situação, acho que o Belogorie é o time que preocupa, pois parece ser um time muito forte em alguns pontos. Mas se tivermos eles pela frente, vamos buscar a vitória mesmo assim", garantiu o craque, que marcou 16 pontos no duelo desta terça.

Leia tudo sobre: mundial de clubesvoleikaziyskial-rayyanvitoriaclassificaçãopróximafasefinalsemifinais