Jô fica parado por 15 dias e só perde Copa se Felipão quiser

Atacante do Atlético, cotado para ser convocado nesta quarta-feira, teve entorse no joelho e deve voltar no dia 22/5

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

Atacante Jô comemora o primeiro gol sobre a Austrália, em amistoso
Associated Press
Atacante Jô comemora o primeiro gol sobre a Austrália, em amistoso

Jô caiu no gramado do Independência, no último domingo, e assustou a torcida do Atlético, assim como a comissão técnica e médica do Alvinegro. Porém, o médico Rodrigo Lasmar, nesta terça-feira, trouxe notícias que podem ser consideradas positivas. Jô não corre risco de ficar fora da Copa do Mundo por causa da lesão. O entorse no joelho direito, detectado em exame de imagem, afastará o jogador por apenas 15 dias (contra Cruzeiro e Santos).

"O Jô teve entorse no joelho direito, está em tratamento, fizemos o exame de imagem, estiramento do ligamento colateral medial e esta fazendo o protocolo de fisioterapia, e temos a expectativas  que esteja de volta em 15 dias para que possa jogar antes da pausa do meio do ano no Copa", afirmou Lasmar.

Conhecendo bem a Seleção Brasileira, pois já integrou o corpo médico do Brasil, Rodrigo Lasmar revelou que o Departamento Médico canarinho está ciente da situação de Jô. Assim sendo, ele ficará de fora do Mundial só por opção técnica/tática de Felipão e seus auxiliares.

"Eu não posso falar de seleção, estamos falando sobre a saúde do jogador e sobre o Atlético. Sei que existe a expectativa grande de ele ir para a Copa do Mundi. Tudo isso (situação da lesão) foi encaminhado para o departamento médico da seleção e a decisão cabe ao treinador, ao Luiz Felipe (Scolari)", avaliou o médico do Galo.

Entenda a lesão. Jô machucou o joelho direito ao tentar um movimento rotatório no corpo ainda no primeiro tempo diante do Goiás, no Horto. Lasmar explicou, em palavras mais claras, qual foi a região atingida pelo entorse.

"É o ligamento da parte interna do joelho, que frequentemente se lesiona em atletas em movimento de rotação. O tratamento é um repouso inicial, fisioterapia. Pela gravidade da lesão, projetamos o retorno contra o Vitória, na outra quinta-feira (22 de maio)", completou Lasmar.

Leia tudo sobre: atleticogalojoCopa do Mundoselecaobrasileira