Vendas a prazo no varejo caíram 4,42% em abril, diz SPC

No acumulado do quadrimestre, as vendas a prazo apresentam queda de 1,12%, em relação ao mesmo período de 2013

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Centros devem abrir 811 mil novos empregos este ano e 1 milhão em 2011
Pedro Silveira - 8.12.2009
Centros devem abrir 811 mil novos empregos este ano e 1 milhão em 2011

As consultas ao banco de dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em abril apresentaram queda de 4,42% em relação ao mesmo período no ano passado. O índice, que reflete a atividade do comércio para compras parceladas no varejo, é o pior resultado da série histórica, que teve início em janeiro de 2012. No acumulado do quadrimestre, as vendas a prazo apresentam queda de 1,12%, em relação ao mesmo período de 2013.

De acordo com a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) e o SPC, "o resultado é consequência do desaquecimento da economia como um todo, influenciado principalmente pela escalada dos juros, pela inflação no limite da meta e pelo menor crescimento da renda do trabalhador".

Em comparação com março, as vendas a prazo no varejo apresentaram alta de 1,54%. O SPC Brasil explica que as vendas tradicionalmente crescem menos em abril, já que em março costumam apresentar alta de mais de 10%. Porém, o crescimento em março foi de 4,18%, e por isso, a alta verificada em abril não representa necessariamente uma retomada do crescimento das vendas, segundo o SPC Brasil.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave