Treinador do Esperance lamenta falta de tempo para preparação

Equipe africana sofreu a segunda derrota na competição, ambas por 3 sets a 0. Na estreia, perdeu para o UPCN

iG Minas Gerais | Diego Costa |

Tunisianos até lutaram, mas não conseguiram superar o Al Rayyan, na tarde desta terça-feira
DENILTON DIAS
Tunisianos até lutaram, mas não conseguiram superar o Al Rayyan, na tarde desta terça-feira

O discurso no desembarque do Esperance Tunis-TUN era de utilizar o Mundial de Clubes para mostrar o valor do voleibol africano e da Tunísia. No entanto, após a segunda partida, o time acumulou mais um tropeço. Assim como foi contra o UPCN, perdeu por 3 a 0 para o Al-Rayyan, do Cathar. 

Após a partida, o técnico Foued Kamoun comentou o resulto do jogo e o desempenho da equipe tunisiana até aqui. 

"Infelizmente, a falta de tempo para a preparação acabou dificultando a nossa equipe. Poderíamos ter feito um trabalho melhor. Viemos de três torneios antes do Mundial. Foi um jogo difícil contra o Al-Rayyan, que tem grandes jogadores. A gente sabia que não seria fácil, mas procuramos dar o nosso melhor", ressaltou o tunisiano. 

Ele acabou não percebendo que a torcida infantil, presente no ginásio, estava dando apoio aos jogadores do time africano. 

Na última rodada do grupo, o Esperance enfrentará o Trentino-ITA. O jogo será na quinta-feira, às cinco da tarde.