Após vexame, técnico do Liverpool já vê Manchester City campeão

Reds só serão campeões se os Citizens perderem um dos dois próximos jogos; em caso de empate do rival, equipe teria que golear o Newcastle

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Para Brendan Rogers, Manchester City vencerá dois próximos jogos pelo Campeonato Inglês
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK/DIVULGAÇÃO
Para Brendan Rogers, Manchester City vencerá dois próximos jogos pelo Campeonato Inglês

Depois do vexame protagonizado pelo time do Liverpool nesta segunda-feira, quando cedeu empate ao Crystal Palace após ter 3 a 0 de vantagem a 12 minutos do fim da partida, nem mais o técnico da equipe, Brendan Rodgers, acredita que seja possível que o Manchester City não seja o campeão inglês da temporada.

"Não existe dúvidas que do Manchester City, vai lá, vai ganhar, e vai ser campeão. A gente precisava vencer para jogar pressão para o último jogo e não fizemos isso", criticou o treinador, depois da partida.

Isso porque o City tem mais dois jogos a fazer, em casa, contra West Ham e Aston Villa, dois times sem pretensões no Campeonato Inglês. Considerando que vá vencer os dois, chegaria aos 86 pontos. O Liverpool atingiria a mesma pontuação se vencesse o Crystal Palace e, depois, ganhasse do Newcastle na última rodada.

Aí o título seria disputado no saldo de gols. Quando entrou em campo segunda para pegar o Crystal Palace, o Liverpool tinha uma desvantagem de nove e precisava diminuir esse número. Por isso seguiu atacando, mesmo com 3 a 0 no placar, e se expôs até levar o empate. Agora, só será campeão se o City perder um dos dois jogos. Afinal, ninguém acredita na possibilidade de o time de Manchester empatar uma partida e o Liverpool enfiar 10 no Newcastle.

"A gente fez três gols e vimos que poderíamos fazer mais, mas ceder três gols no final foi extremamente desapontador. No intervalo, nós dissemos que a coisa mais importante era vencer o jogo. Não era do 'Roy of the Rovers' querer fazer uma grande diferença de gols, era só ganhar", cobrou o treinador, em referência a uma famosa revista em quadrinhos britânica que contava a história de um time fictício, o Melchester Rovers. Para dar emoção às histórias, as vitórias, ou derrotas, eram sempre apertadas.