Chuvas de maio serão fracas

Nível dos reservatórios do maior e mais importante subsistema do país encerrou abril em 38,8%

iG Minas Gerais |

Furnas. Lago no Sul de Minas está em nível semelhante ao de 2001, o ano do racionamento
UARLEN VALERIO / O TEMPO
Furnas. Lago no Sul de Minas está em nível semelhante ao de 2001, o ano do racionamento

São Paulo e Rio de Janeiro. O subsistema Sudeste/Centro-Oeste, o maior e mais importante do país, encerrou abril com 38,8% da sua capacidade. Esse foi o terceiro pior resultado para o período de janeiro a abril verificado na série história de 84 anos de medição. No mesmo período, o subsistema Nordeste teve a segunda pior afluência do histórico, destacando-se que entre os meses de fevereiro a abril de 2014, essa afluência foi a pior já verificada.  

Neste mês, a longa estiagem deve continuar. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê a “permanência da recessão” das energias naturais afluentes (ENAs) para todo o mês de maio em todos os subsistemas, exceto o Sul, cuja previsão é afluência (capacidade de água armazenada para transformar em energia elétrica) maior do que as ocorridas no mês passado. O índice ENA é usado para definir a tendência hidrológica do sistema e o custo futuro da energia.

A seca e o baixo índice dos reservatórios já se refletiu nas estatísticas de comercialização de gás natural. Em março, houve alta de 2,5% no consumo na comparação com fevereiro e de 7,4% sobre o mesmo mês do ano anterior, de acordo com o levantamento mensal da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). O consumo de gás natural em março foi o maior desde o início da comercialização no Brasil, há 23 anos.

Segundo a Abegás, o recorde histórico, de 74,6 milhões de metros cúbicos por dia, em média, foi puxado pela manutenção do despacho termelétrico. No comunicado divulgado nesta segunda, a associação ressalta que, em virtude da atual situação hidrológica do país, com reservatórios muito abaixo dos níveis esperados para o período, as térmicas a gás continuam despachando para garantir o atendimento à demanda crescente.

Segundo a nota da Abegás, o segmento de geração elétrica apresentou aumento de 5,8% em março na comparação com fevereiro de 2014 e de 22,9%, em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme o estudo, o consumo residencial cresceu 21,9% em relação a fevereiro de 2014 e 6,2% na comparação com março de 2013. O consumo industrial cresceu 5,3% em relação a março de 2013 e 0,5% na comparação com fevereiro deste ano.

Ainda de acordo com o levantamento de Abegás, são 2,4 milhões de clientes em todo o país. A região Sudeste concentra o maior consumo de gás natural, com volume médio diário de 51,6 milhões de metros cúbicos.

Usina

Crítico. A usina de Água Vermelha, entre São Paulo e Minas Gerais, entrou em estado crítico, com 14,96% de sua capacidade. Na mesma época do ano passado, ela funcionava com 80%.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave