Trentino admite pressão após derrota na estreia do Mundial

Time italiano precisará vencer duas partidas restantes no Mundial para pensar em classificação

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Birarelli afirma que Trentino precisará mudar a postura se quiser vaga nas semifinais
Divulgação
Birarelli afirma que Trentino precisará mudar a postura se quiser vaga nas semifinais

Quatro vezes campeão do mundo, o Trentino viu sua situação no Mundial de Clubes se complicar após derrota na estreia para o Al-Rayyan (CAT) por 3 sets a 0, no primeiro dia do torneio. O time de Doha trouxe, somente para o campeonato, importantes nomes da modalidade, como os brasileiros Rapha (levantador) e Alan (líbero), além do central cubano Simón, que foi o grande nome da partida desta segunda-feira. “Fizemos um único treino e isso é pouco, muito pouco. Neste tipo de situação, o talento de cada jogador faz a diferença. Essa foi a nossa maior força no jogo de hoje. Eu, por exemplo, estava sem jogar há um mês. Outros jogadores já estavam em um melhor ritmo, vindo de ligas importantes. A dedicação de cada um foi muito importante para a vitória”, destacou o líbero brasileiro Alan. Pelo lado italiano, será necessário vencer as duas partidas que restam para pensar em classificação e fazer valer a tradição do time que ficou em terceiro no Mundial de 2013. “Claro que existe essa pressão. Teremos que diminuir os erros se quisermos passar de fase. Mas, com as derrotas, vem o aprendizado. Teremos que ter uma nova postura nestes dois jogos. Precisamos assimilar a derrota e jogar como time. Ainda temos chances”, resumiu o central Birarelli. Seu companheiro de time, o levantador norte-americano Suxho, crê que a pressão é algo constante no mundo do vôlei. Com um elenco formado por muitos jogadores jovens, o Trentino terá que tirar forças para brigar pela classificação. “Não creio que estejamos pressionados. Se tivéssemos vencido, teríamos que buscar mais uma vitória. A pressão sempre existe no vôlei e temos que saber lidar com isso”, comentou o jogador.

 

Leia tudo sobre: trentinoadmitepressaoestreiaal-rayyanmundial de clubes