Treinador do Esperance reforça papel de 'franco-atirador' de seu time

Foued Kamoun ainda reclamou que teve pouco tempo de preparação para o Mundial de vôlei

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

O Esperance da Tunísia, uma das equipes menos tradicionais do Mundial de vôlei, disputado em Belo Horizonte, perdeu o primeiro jogo para o UPCN, e o treinador da equipe, Foued Kamoun, voltou a adotar o discurso de que a equipe veio para o Mundial com o intuito de adquirir experiência.

"Gostaria de felicitar a equipe da Argentina pela vitória. Fiquei impressionado pelo ataque deles e acho que nossa defesa não foi bem. Mas viemos aqui com a vontade de aprender e trocar experiências", afirmou o treinador.

Foued, porém, não pegou leve com sua equipe. Ele avaliou uma grande timidez no primeiro set e ainda disse que faltou tempo de preparação para o torneio internacional.

"Acho que o time mostrou timidez no primeiro set. Acho que poderíamos ter mostrado um desempenho melhor se tivéssemos descansado mais antes da viagem ao Brasil, já que fizemos um jogo de decisão no campeonato local um dia antes da viagem", disse Kamoun.

Leia tudo sobre: voleiesperancetreinadoranalisederrotaupcnmundial de clubes de volei