Varamin chega credenciado

iG Minas Gerais |

Roman Prospero
undefined

O Irã volta ao Brasil nesta temporada do Mundial de Clubes com um representante bastante ofensivo. Comandado pelo italiano Daniele Bagnoli, o Matin Varamin derrotou o Al-Rayyan, do Qatar, na final do Campeonato Asiático e chega à América com status para brigar, pelo menos, por uma medalha de bronze.

O clube tem um grande investimento e diversos atletas que são da seleção iraniana, a 12ª melhor do mundo, segundo o ranking da Federação Internacional de Vôlei (FIVB). O levantador Saied Marouf, por exemplo, é considerado o “cérebro” da equipe de Varamin e assume o cargo de capitão do time nacional. O central Seyed Mohammad Mousavi e o oposto Shahram Mahmoudi, que estavam no Kalleh, clube iraniano que disputou o Mundial em 2013, em Betim, também defendem a seleção e estão agora no Matin Varamin.

Mahmoudi e Mousavi receberam os prêmios individuais de melhores em suas posições do campeonato da Ásia. O outro central, Sharifat Mostafa, também foi premiado, completando a trinca de melhores atletas da equipe. Com um grande bloqueio, um ataque veloz e um levantador inteligente, os iranianos trazem também a experiência internacional a seu favor.

Prova de que o Matin Varamin vai dar trabalho no Mundial deste ano é a campanha realizada pelo time na liga nacional. Na primeira fase do campeonato do Irã, a equipe engatou uma sequência de 11 vitórias consecutivas, quebrada apenas na última rodada, frente ao Paykan. Nos play-offs, venceu todos os desafios e conquistou o título nacional em cima do Kalleh Mazandaran, em partida que só foi decidida no tie-break.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave