O “Templo do Vôlei” volta à cena mundial

iG Minas Gerais |

Ginásio ficou lotado na final da Superliga deste ano, vencida pelo Sada
douglas magno
Ginásio ficou lotado na final da Superliga deste ano, vencida pelo Sada

Internacionalmente conhecido, o ginásio do Mineirinho vai receber pela primeira vez em sua história uma edição do Mundial de Clubes.

Inaugurado na década de 80, o grandioso e afamado ginásio Jornalista Felipe Drummond, carinhosamente apelidado de Mineirinho, tem todo o status requerido a um anfitrião do Mundial de Clubes. Também conhecido como o “Templo do Vôlei” – título que ganhou merecidamente por ser o recordista de público em uma partida da modalidade –, o ginásio está mais do que acostumado aos holofotes internacionais. Além de duelos válidos pela Liga Mundial, uma das competições masculinas mais importantes entre as seleções, o local já foi palco de inúmeros shows e festivais musicais, cerimônias religiosas e sediou até edições do UFC.

Às vésperas da Copa do Mundo de Futebol, a importância da arena, que será o palco do Mundial de Vôlei de 5 a 10 de maio, ganha proporções ainda maiores. Separado do Mineirão apenas pela avenida Abraão Caram, o ginásio vai se tornar o centro de credenciamento da imprensa durante a realização da Copa.

“O Mineirinho tem uma história forte com o voleibol mundial. Agora, inserido nesse contexto que o Sada proporcionou (por ser o anfitrião), a um mês da Copa, creio que o torneio será benéfico para todos. O período de realização dos jogos vai ser muito bom porque já estaremos respirando Copa”, comenta o secretário de Esportes e Turismo, Tiago Lacerda.

Ao redor do Mineirinho, o cenário é bastante inspirador. A lagoa da Pampulha, um dos principais pontos turísticos de Belo Horizonte, encontra-se a poucos metros e é local de encontro de ciclistas, maratonistas e patinadores, que aproveitam o clima favorável à prática esportiva. Mais perto ainda está o Centro Esportivo Universitário (CEU), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que possui excelente estrutura para o treinamento de esportes olímpicos, tendo a pista de atletismo como sua instalação mais famosa. Um pouco mais afastado, mas ainda na região, fica o centro de treinamento do Cruzeiro, a Toca I, onde são realizadas as atividades para as categorias de base do clube. A Toca II, em que acontece o treino do time profissional, também está situada na região da Pampulha. Lazer A região onde fica localizado o Mineirinho é também uma das mais badaladas na noite da cidade e, seguindo o exemplo de diversidade que propõe, traz opções para uma população bastante heterogênea. O Parque Guanabara e o Zoológico são as grandes atrações para as crianças, enquanto os bares da avenida Fleming oferecem culinária japonesa, petiscos, comida típica, fast food, entre outros. O lugar é o “point” dos jovens da capital mineira. Cultura

Todo o complexo da Pampulha, que inclui os centros esportivos e as atrações turísticas, foi construído na gestão de Juscelino Kubitschek como então prefeito da capital mineira, a partir de 1946. Quase 70 anos depois, o local também passou a ser conhecido no cenário cultural com a construção do Museu de Arte Moderna da Pampulha (antigo cassino, fechado em 1946), além das já famosas atrações da região, como a igrejinha de São Francisco, uma das criações de Oscar Niemeyer, e ainda pela Casa do Baile, casa noturna que encerrou suas atividades no ano de 1948. Os locais foram restaurados e reabertos para visitação do público e complementam a bela imagem do cartão-postal formado pela orla da lagoa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave