Luiz Miranda vive transgênero em trama

Dorothy é requintada, feminina e extremamente possessiva como mãe

iG Minas Gerais |

Luís Miranda interpreta a mãe de Lázaro Ramos na novela
Rede Globo/Joao Cotta
Luís Miranda interpreta a mãe de Lázaro Ramos na novela

SÃO PAULO. “Uma Michelle Obama transgênero” deve chamar a atenção de quem assistir à Globo hoje, às 19h25, quando estreia a nova novela da faixa, “Geração Brasil”. A definição para a personagem Dorothy Benson foi dada por seu intérprete, o ator baiano Luís Miranda, 44. 

“Ela é uma mulher requintada, da alta sociedade, extremamente feminina e sem excessos: não tem muita maquiagem, não tem muito decote, é chique”, diz o ator sobre a personagem.

Dorothy é peça-chave na trama. É a referência materna para Pamela Parker (Cláudia Abreu), mulher do protagonista Jonas Marra (Murilo Benício). Dorothy era o braço direito da mãe de Pamela, que, antes de morrer, pediu a ela para cuidar de sua filha. É também mãe possessiva e orgulhosa de Brian Benson, o guru tecnológico interpretado por Lázaro Ramos, 35.

O personagem é responsável por iluminar a mente de Jonas Marra com frases do tipo “a verdade é um lugar que não existe, ‘man’”. Quando a sua própria vida está em questão, porém, Brian tem que lidar com a mãe, que quer controlar suas namoradas.

“O desespero dela é escolher uma que dê netos lindos”, diz Miranda. “É um tipo de relação que está muito presente nas nossas vidas. Mas aqui é tudo um tom acima. Estamos falando de personagens do universo pop norte-americano, como as Kardashian e as Paris Hilton”, diz Lázaro Ramos, em referência a socialites norte-americanas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave