Corinthians vence Chapecoense e assume a liderança

Fora de casa, Timão superou o time catarinense com gol de Guerrero e ficou na ponta da tabela pelo saldo de gols

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Foi na marra, mas o Corinthians derrotou a Chapecoense neste domingo, na Arena Condá, em Chapecó. Em jogo de baixo nível técnico e poucas chances de gol para ambos os lados, o time paulista marcou em lance no qual tudo parecia dar errado. Jadson errou o chute, a zaga furou ao tentar tirar de cabeça, e Guerrero selou o triunfo por 1 a 0, já no segundo tempo, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado deu a liderança do Campeonato Brasileiro ao Corinthians, que chegou a sete pontos, mesmo número de Cruzeiro, Inter e Goiás, mas com melhor saldo de gols. A equipe volta a campo no clássico diante do São Paulo, domingo que vem, na Arena Barueri. A Chapecoense, no entanto, está apenas em 17.º, com um ponto ganho, e pega no próximo domingo o Grêmio, novamente na Arena Condá.

O jogo começou muito nervoso neste domingo, com André Paulino e Guerrero se estranhando em duas oportunidades. As equipes mostravam muita determinação e vontade para ficar com a bola, mas isso rapidamente se transformou em entradas duras e discussões de ambos os lados, até porque Wagner Reway tinha dificuldade para controlar os ânimos. Foram quatro cartões amarelos nos primeiros 25 minutos, dois para cada lado.

Para piorar, ninguém conseguia criar nada. O Corinthians até tentava em jogadas de bola parada. Jadson, principal responsável pela criação, pouco aparecia. Do outro lado, a Chapecoense parecia satisfeita com o que acontecia em campo e deu seu primeiro chute aos 27 minutos, quando Wanderson roubou bola em saída errada de Guilherme e bateu de fora, por cima.

O jogo era de dar sono e o único momento minimamente de perigo do primeiro tempo saiu apenas aos 43 minutos. Após escanteio da esquerda, Ralf desviou de cabeça e a bola passou por toda a extensão do gol, quase marcando contra. Somente na etapa final o cenário mudou e logo com três minutos Fabinho Alves chegou perto em chute de fora.

Aos 4, o time de Chapecó voltou a assustar após cruzamento da direita que Leandro jogou para fora. Foi a vez, então, do Corinthians acordar. Se não criava grandes chances, a equipe visitante ao menos ficava mais com a bola e era mais incisiva do que no primeiro tempo. Em chutes de longe, Guilherme e Guerrero tentaram, mas não levaram problema a Danilo.

Sem conseguir criar, o Corinthians quase marcou aos 24 minutos. Jadson bateu falta com muito perigo, à esquerda de Danilo. O time paulista tinha dificuldade para chegar perto do gol, até que em lance fortuito marcou o primeiro. Após cruzamento da direita, a zaga da Chapecoense tentou cortar e errou. A bola ficou para Jadson, que também bateu errado. A defesa voltou a furar, dessa vez de cabeça, e a sobra, então, foi para Guerrero, que dominou e fuzilou, aos 32 minutos.

Prontamente, o técnico Gilmar Dal Pozzo colocou o time pra frente, com a entrada de Alemão na vaga de André Paulino, e até houve um princípio de pressão. Mas aí a deficiência técnica dos donos da casa ficou evidente diante da boa marcação corintiana, e o placar seguiu inalterado. Ricardo Conceição, no fim, ainda teve a bola para empatar, mas bateu em cima de Cássio.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 0 X 1 CORINTHIANS

CHAPECOENSE - Danilo; Ednei, André Paulino (Alemão), Rafael Lima e Neuton; Wanderson, Diones, Ricardo Conceição e Régis (Thiago Luis); Fabinho Alves (Bergson) e Leandro. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Cléber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Guilherme (Bruno Henrique), Petros e Jadson (Danilo); Romarinho (Luciano) e Guerrero. Técnico: Mano Menezes.

GOL - Guerrero, aos 32 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Wagner Reway (MT). CARTÕES AMARELOS - André Paulino, Neuton (Chapecoense); Romarinho, Guilherme, Fagner (Corinthians). PÚBLICO E RENDA - não disponíveis. LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Leia tudo sobre: corinthianschapecoenseliderbrasileirofutebolguerrero