Poucos torcedores recepcionam a delegação na chegada ao Independência

Ainda afetados pela eliminação na Libertadores, torcedores fizeram pouco barulho ao receberem ônibus com o time do Galo

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

CIDADES .ATLETICO X GOIAS NO INDEPENDENCIA. FOTO FERNANDA CARVALHO / O TEMPO
CIDADES .ATLETICO X GOIAS NO INDEPENDENCIA. FOTO FERNANDA CARVALHO / O TEMPO

O 'inferno vermelho', tão característico nos jogos do Galo na Libertadores, deu lugar a um local quase deserto. Na chegada das delegações de Atlético e Goiás ao Independência, neste domingo, poucos torcedores presentes. Alguns até ensaiaram gritos de apoio ao time alvinegro e vaias ao Esmeraldino, mas nada marcante, como acontecia em grandes embates do clube mineiro.

Quarenta minutos antes do início da partida, que começa às 18h30, poucos aficionados ocupavam as cadeiras do estádio para incentivar os goleiros Victor e Giovanni durante o aquecimento.

O Atlético entra em campo com um time modificado. Ronaldinho Gaúcho está vetado por conta de um estiramento na coxa esquerda, enquanto Tardelli, Leo Silva, Donizete e Pierre foram poupados.

O Galo encara o Goiás com Victor; Alex Silva, Otamendi, Réver e Emerson Conceição; Claudinei, Fillipe Soutto e Guilherme; Marion, Fernandinho e Jô.

O confronto desta noite será o centésimo de Jô com a camisa alvinegra. Autor de 37 gols, o centroavante conquistou o Mineiro e a Libertadores, ambos de 2013, pelo Atlético. Na quarta-feira, ele saberá se estará ou não na lista de convocados da seleção brasileira para a disputa da Copa do Mundo.

Leia tudo sobre: atleticogalotorcidaindependenciafutebol