Argentinos, tunisianos e italianos abrem treinos no Mineirinho

Manhã deste domingo foi movimentada no ginásio da Pampulha, com trabalhados de reconhecimento do palco dos jogos do torneio intercontinental

iG Minas Gerais | GABRIELA GARCÍA |

A equipe argentina UPCN foi a primeira a reconhecer quadra e treinou a todo o vapor na manhã deste domingo (4) no Mineirinho. O clima era de animação principalmente por parte dos jogadores que ficaram encantados com o tamanho do ginásio. Foi o caso do líbero da equipe, Sebastián Garrocq, que acaba de ser convocado pela primeira vez para jogar também na seleção argentina. “É lindo entrar e ver esse estádio. É emocionante. Sabemos que é um campeonato difícil, mas recolhemos referências o suficiente”. O UPCN abre o Mundial do Vôlei na tarde de segunda (5), às 14h, contra o Esperance Tunis, da Tunísia. Essa é a quinta vez que a equipe vem à Belo Horizonte apenas no último ano: uma durante um giro que fizeram pelo Brasil, duas pelo torneio Sul-Americano (quando foi vice-campeão, vencido pelo Sada Cruzeiro) e outra pelo Mundial, em outubro, quando terminou em quarto lugar. A expectativa para este ano, no entanto, é de conquistar uma posição melhor. Com jogadores jovens e muita técnica, o técnico Fabián Armoa avalia que esse é um desafio possível. “É um estádio muito bonito e penso que, como equipe, nunca jogamos em um tão grande. Como todos os outros times, temos que nos adaptar. Estamos nos preparando para ganhar e, se queremos chegar à série B, o jogo de amanhã (contra o Esperance) é um dos principais”. O segundo treino deste domingo ficou por conta do Esperance Tunis, atual campeão africano. Em meio à temporada intensa de campeonatos, eles chegaram à Belo Horizonte depois de mais de um dia viagem e só treinaram porque conseguiram trocar o horário de reconhecimento de quadra na última hora – ele estava marcado para às 08h, horários que os jogadores consideraram como inviável de comparecer. “Não tivemos tempo de nos preparar para o Mundial. Estamos em final de temporada, os jogadores não tiveram tempo de descansar mas, por outro lado, estamos bem entrosados”, conta o preparador físico da equipe Haithem Rebai. O cansaço, no entanto, não abate o entusiamo da equipe que vem ao Brasil pela primeira vez. A equipe italiana Trentino, campeã do Mundial de 2012, também fez o reconhecimento de quadra nesta manhã e teve um pequeno susto durante o treino. O búlgaro Tsvetan Sokolov teve uma pequena torção no tornozelo e foi apoiado pelos colegas, mas prosseguiu jogando poucos minutos depois. A equipe é considerada uma das favoritas e é quase toda composta por jogadores da seleção italiana. Um deles, o capitão Emanuele Birarreli, não esconde o entusiasmo de jogar em Belo Horizonte: “É o maior estádio que já jogamos”.

Leia tudo sobre: voleiMUNDIAL DE VOLEIupcnesperancetrentinomineirinhotreinoquadra