Com cinco novidades, Galo espera voltar vencer após quase um mês

Última vitória atleticana foi em 10 de abril, diante do Zamora, ainda pela fase de grupos da Libertadores

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Levir conversa com todo o grupo e tenta dar novo foco e reanimar o time para sequência da temporada
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Levir conversa com todo o grupo e tenta dar novo foco e reanimar o time para sequência da temporada

Com um time reformulado, por conta de cinco desfalques, o Atlético tenta iniciar uma nova era de vitórias a partir deste domingo, contra o Goiás, às 18h30, no Independência, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Aliás, já faz tempo que o Galo não sabe o que é vencer.

O último triunfo do time alvinegro foi há quase um mês, no dia 10 de abril, sobre o Zamora, por 1 a 0, na Arena do Horto, na jornada de encerramento do grupo 4 da Libertadores. Depois disso, o Atlético amargou uma série de cinco partidas sem ganhar: três empates e duas derrotas.

Dentro desta sequência, houve a perda do Mineiro para o Cruzeiro, após o placar de 0 a 0 no Mineirão, e a eliminação nas oitavas de final da Libertadores, em função do revés por 1 a 0 para o Atlético Nacional-COL, em Medellín, e o empate em 1 a 1 com a equipe colombiana no duelo de volta no Independência;

A série tem ainda o empate sem gols com o Corinthians, em Uberlândia, na estreia do Brasileiro, e a derrota por 2 a 1 para os reservas do Grêmio, em Porto Alegre.

Para dar fim ao jejum e iniciar uma reação na temporada, o Atlético terá cinco novidades para o embate desta noite. Sem Ronaldinho, vetado por conta de estiramento na coxa esquerda, e Leonardo Silva, Pierre, Leandro Donizete e Diego Tardelli, poupados, o técnico Levir Culpi promoverá as entradas de, respectivamente, Guilherme, Réver, Claudinei, Fillipe Soutto e Marion.

Já o meia Dátolo volta a ter condições de jogo, após se recuperar de uma lesão na coxa direita, mas será opção no banco de reservas.

O Galo entra em campo com Victor; Alex Silva, Réver, Otamendi e Emerson Conceição; Claudinei, Fillipe Soutto e Guilherme; Marion, Fernandinho e Jô.

Leia tudo sobre: atleticogalogoiasvitoriafutebol