Com novo treinador, Figueirense tenta afastar crise

Guto Ferreira assume o comando do time catarinense no clássico regional precisando da vitória para sair da lanterna

iG Minas Gerais | agência estado |

Guto Ferreira não resistiu à segunda derrota seguida no Campeonato Brasileiro
Guilherme Toledo / Ponte Press
Guto Ferreira não resistiu à segunda derrota seguida no Campeonato Brasileiro

Mesmo após ser campeão estadual, as duas derrotas e a falta de gols na Série A do Campeonato Brasileiro fizeram soar o alarme de crise no Figueirense. Na quarta-feira, logo após demitir o técnico Vinicius Eutrópio e anunciar o seu substituto, Guto Ferreira, o clube, lanterna do Campeonato Brasileiro, ainda viu o meia Marcos Assunção anunciar sua saída da equipe. Apesar do momento difícil, o novo técnico comandará o time já na partida deste domingo, contra o Criciúma, a partir das 16 horas, no Estádio Heriberto Hulse.

"Sabemos que temos uma partida difícil. Conheço alguns atletas deste elenco e acredito que com o tempo poderemos nos ambientar mais e trabalhar a melhor formação tática e técnica de toda a equipe", falou o treinador, em coletiva de imprensa na última sexta-feira.

Nos treinos, Guto Ferreira demonstrou que vai abandonar o esquema 4-4-2 testado por Eutrópio na derrota conta o Bahia. Ele preferiu aproveitar a volta do então lesionado atacante Ricardo Bueno para montar um 4-3-3. A principal dificuldade está na lateral esquerda, que será improvisada com o volante Rivaldo após a saída de Marquinhos Pedroso para o Grêmio e a lesão de Ivan.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave