Goiás desafia sua má fase ofensiva e almeja segundo triunfo

Após duas rodadas, o time esmeraldino somou três pontos e marcou apenas um gol no Brasileirão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Com 35 anos, Araújo assina contrato com o Goiás até maio de 2014
Divulgação/Goiás
Com 35 anos, Araújo assina contrato com o Goiás até maio de 2014

Embora seus atacantes estejam à beira de um ataque de nervos, o time do Goiás vai enfrentar o Atlético visando a segunda vitória no Campeonato Brasileiro. O jogo, pela terceira rodada da competição, será este domingo, às 18h30, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

Após duas rodadas, o Goiás somou três pontos e marcou apenas um gol. Além de somar pontos, os jogadores alviverdes acreditam terem espantado a crise de gols após baterem o Criciúma (1 a 0) na última rodada, na qual a equipe marcou seu primeiro gol após 591 minutos sem balançar as redes.

"No jogo, nós vamos impor o nosso ritmo, acreditando nos nossos atacantes e visando a vitória", diz o zagueiro Jackson. "E apostamos no bom desempenho dos nossos atacantes", disse. O gol da vitória na rodada passada foi marcado pelo volante Amaral.

O técnico Ricardo Drubscky, que define a equipe no treino deste sábado, aposta em novas contratações para superar a deficiência da linha de atacantes. Ainda mais após a saída do meia Carlos Alberto, há dois dias, e a fase ruim do ponta Araújo.

Leia tudo sobre: goiasfutebolesmeraldinobrasileiroatletico