Alívio

Perpétua de Jesus, 69 anos - Encontrou a filha

iG Minas Gerais |

Arquivo pessoal
undefined

“A minha filha saiu de casa quando ainda era adolescente, tinha 16 anos. Nunca mais tive notícias dela, e isso era muito difícil. Sempre pensava que ia morrer sem saber onde ela estava, se estava bem, viva ou morta. Foi um grande alívio para mim, além de uma felicidade muito grande. Depois de mais de 30 anos de buscas, uma amiga mandou o anúncio para o jornal. Uma amiga dela entrou em contato e me passou o telefone dela. Nos encontramos e nunca mais perdemos contato.”

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave