Aterro de Sabará vai receber lixo de 44 cidades

iG Minas Gerais |

Para solucionar o problema dos lixões na região metropolitana de Belo Horizonte, os resíduos sólidos produzidos por 44 cidades serão enviados para o aterro sanitário de Sabará, que já recebe 3.000 toneladas de lixo da capital. Há pouco mais de um mês, foi homologada a licitação para dar inicio aos trabalhos do Consórcio Metropolitano de Tratamento de Resíduos (CMTR). Mas o contrato ainda não foi assinado devido à mudança de governador.

Ficou definido que, para os primeiros anos da concessão, o consórcio utilizará o aterro de Sabará. O local foi construído para receber de 4.000 a 5.000 toneladas diárias. A previsão é que as 44 cidades gerem cerca de 3.000 toneladas que, somadas à capital, chegarão a 6.000. Isso pode reduzir o tempo de vida da área.

Segundo a Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (ARMBH), ao longo do contrato, a expectativa é de se definir uma solução tecnológica mais apropriada após conhecer a quantidade e a qualidade dos resíduos a serem entregues pelos municípios. A empresa vencedora não retornou aos contatos da reportagem.

O investimento do consórcio é de 2,4 bilhões para 30 anos de vigência. Por tonelada de lixo, o Estado pagará de R$ 70 a R$ 80, sendo que R$ 18 serão pagos pelo município. (JS)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave