Alfenas constrói aterro e pretende ajudar vizinhos

iG Minas Gerais |

O aterro sanitário construído em 2012 em Alfenas, no Sul de Minas, deu fim ao antigo lixão da cidade e mostrou que é possível iniciar o tratamento adequado dos resíduos. A licença definitiva do local foi concedida em outubro do ano passado. Agora, a prefeitura avalia a implantação de um consórcio intermunicipal com os municípios vizinhos que também precisam solucionar o problema.

“Muitas cidades receberam verbas, mas não deram atenção ao assunto. O lixão era um grande problema na cidade. Tirar do papel e construir o aterro foi muito difícil. Agora, a nossa meta é a coleta seletiva”, explica o secretário de meio ambiente de Alfenas, Jonhs Straus.

Hoje, a área já recebe o lixo da cidade de Poço Fundo e tem capacidade para cem toneladas por dia, durante 30 anos. A Prefeitura de Alfenas, que tem uma população de 80 mil habitantes, paga quase R$ 100 em cada uma das 54 toneladas enviadas ao aterro para que seja feito o tratamento adequado. Para se enquadrar à Política Nacional de Resíduos Sólidos, o município iniciará a coleta seletiva e, com isso, pretende reduzir 20 toneladas de lixo ao dia no aterro. (JS) 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave