Sem muito espaço no Cruzeiro, Marcelo Moreno vira talismã do time

Assim como no jogo contra o Bahia, Marcelo Moreno anotou o gol da vitória celeste em mais um jogo do Brasileirão: Atlético-PR 2 a 3 Raposa

iG Minas Gerais | da redação |

Marcelo Moreno estava em má fase no Flamengo e não teve um último ano no Grêmio. Mas com bom passado no Cruzeiro, recebeu uma nova chance na carreira na Toca da Raposa II e vem correspondendo na equipe mista que disputa o Campeonato Brasileiro. Já são dois gols que decretaram quatro pontos para o time, nas vitórias contra o Bahia e o Atlético-PR.

Como uma espécie de talismã, Moreno não cobrou maior tempo em campo para o seu treinador. Ao contrário, revelou um pensamento coletivista e disse que sempre soube que seria complicado angariar uma vaga de titular absoluto na equipe campeã nacional.

“Eu, desde que cheguei, tentei me focar em fazer um bom trabalho, sempre falei que não ia ser fácil. Ajudei o Cruzeiro em dois jogos difíceis. Saí do banco para ajudar. Isso é importante até para o grupo que vai viajar na Libertadores”, disse Moreno.

O jogador ainda falou da forte presença da torcida cruzeirense no Mané Garrincha e afirmou que a vitória será essencial para o time ir tranquilo até a Grande Buenos Aires, enfrentar o San Lorenzo nas quartas da Libertadores.

“Muito torcedor cruzeirense, mas é um jogo complicado, todo mundo está focado no mesmo trabalho e estamos muito motivados”.