Sada Cruzeiro perde ponteiro Leal para a estreia no Mundial de Vôlei

Um dos destaques da equipe anfitriã da competição ficará de fora do jogo contra o Guaynabo Mets, nesta segunda, por conta da torção no tornozelo

iG Minas Gerais | FREDERICO RIBEIRO |

Alexandre Arruda/CBV
undefined

O primeiro amistoso que o Sada Cruzeiro realizou contra a Seleção Brasileira de Vôlei, no último dia 30 de abril, trouxe uma inesperada baixa para a equipe celeste. O ponteiro Leal, uma das estrelas do atual campeão da Superliga, torceu o tornozelo direito ainda no primeiro set e, após expectativas positivas de seu retorno, não poderá atuar nesta segunda-feira, contra os porto-riquenhos do Guaynabo Mets, pela estreia do Mundial de Vôlei em Belo Horizonte.

Leal, porém, está em tratamento intensivo e com o local totalmente imobilizado para se recuperar, quem sabe, para o segundo jogo diante do Matin Varamin, do Irã, na terça-feira. Ele ficará em observação nas próximas 48 horas para saber se poderá voltar em quadra ainda no começo do Mundial de Clubes.

O médico do Sada, Dr. Sergio Campolina, explicou que, apesar de chateado pela lesão, o cubano segue aplicado para sarar rapidamente e não desfalcar a equipe de Marcelo Mendez por mais tempo.

"Ele está em tratamento intensivo, ficaremos observando ele nas próximas 48 horas para notar uma provável evolução na lesão, mas para este jogo de segunda ele ficará de fora. Tem chances de atuar no segundo jogo, mas não é garantido. Ele ficou chateado, mas é um grande atleta e está determinado no tratamento", afirmou o médico, ao Super FC.

Sem Leal, Mendez deve usar Luis Díaz no time titular. No segundo amistoso contra o Brasil, no 1º de maio, o Sada já testou a formação sem Leal. 

Leia tudo sobre: voleisada cruzeirolealmundial de clubes