Assumir reajuste agora seria leviano

iG Minas Gerais | Tâmara Teixeira e Guilherme Reis |

O anúncio da presidente Dilma Rousseff, que garantiu aumento de 10% no Bolsa Família, na última quarta-feira, voltou a ser alvo de críticas de Aécio Neves. Ao ser questionado ontem, em Uberaba, se manteria o aumento caso fosse eleito, o senador foi evasivo. “Jamais ouvirá de mim uma irresponsabilidade. Não vou assumir o compromisso sem antes conhecer a realidade do caixa do governo federal”.  

Encontro. Diferentemente do ano passado, quando o tucano e a presidente Dilma se encontraram na ExpoZebu, neste ano Aécio Neves não irá participar da abertura oficial da feira. A presidente Dilma chega a Uberaba hoje.

Apesar de dormir na cidade, na casa de Mário Júlio,amigo e produtor rural, o senador, segundo sua assessoria, não ficará na cidade porque tem outros compromissos hoje. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave