Sem valor histórico, hall não terá reforma

iG Minas Gerais | Jáder Rezende |

Apesar de ser um fanático confesso por Fórmula 1, o sócio do Shopping Tupinambás, Mário Valadares, afirma que não tem planos para recuperar a calçada da fama belo-horizontina. “Não tem nada a ver com o atual empreendimento”, disse. Ele informou que a meta é seguir à risca o processo de revitalização da região estabelecido pela prefeitura.  

Já o diretor de Patrimônio Cultural do Executivo, Carlos Bicalho, informou que a calçada não tem valor histórico. “O prédio do Tupinambás foi tombado no ano passado, mas a calçada não entrou no processo”.

O fiscal Evando Gonçalves, 65, contou que as estrelas da calçada fazem parte de seu cotidiano. “São parte da história da cidade e deveriam ser devidamente restauradas e tombadas pelo patrimônio histórico. Infelizmente, é mais um fragmento da memória de Belo Horizonte que vai se perdendo”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave