Polícia procura grupo responsável por explodir carro forte em Araguari

Veículo transportava R$ 400 mil, porém ainda não se sabe o valor exato levado na ação criminosa; caminhonetes usadas por bandidos tinham placas de São Paulo

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

As Polícias Militar (PM) e Civil de Araguari, no Triângulo Mineiro, e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), de Goiás, estão à procura de uma organização criminosa responsável por explodir um carro forte na manhã desta sexta-feira (2), na MG-050, na divisa dos dois Estados. O veículo transportava R$ 400 mil, mas ainda não se sabe o valor exato levado. 

De acordo com o aspirante Victor do 53º Batalhão da PM, pertencente a 252ª Cia, os criminosos estavam em duas caminhonetes, de cor escura, e com placas de São Paulo. Um dos veículos usados pelos bandidos teria se chocado contra o veículo que transportava o carregamento de dinheiro.

Ainda de acordo com o aspirante, após perceberem que bandidos desceram da caminhonete fortemente armados, os seguranças da carga fugiram, a pé, por um matagal que fica as margens da rodovia e deixaram o carro forte na rodovia. 

Testemunhas relataram à polícia que após o acidente os suspeitos usaram dinamites para realizar a explosão do carro forte. Em seguida, eles abordaram outros dois veículos que passavam pela rodovia e fizeram com que os condutores e passageiros ficassem deitados no asfalto até o fim da ação criminosa. Os veículos foram usados na fuga e no transporte do dinheiro.

Até às 16h43 ninguém havia sido preso. A suspeita é que o grupo tenha ligação com quadrilhas especializadas em explosões de caixas eletrônicos.

O inspetor José Roberto da Polícia Civil de Araguari, declarou que um inquérito será aberto na próxima semana e que os funcionários da empresa de transporte de cargas de valores serão ouvidos. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave