Alberto Pinto Coelho inaugura ‘Olho Vivo’ em Uberaba

Governador também anunciou a entrega do Posto de Perícia Integrada da Polícia Civil para o mês de junho, o aumento do efetivo das forças de segurança e outras ações para melhoria da atuação policial no município e região

iG Minas Gerais | Da Redação |

A Agência Minas estreia nesta quinta-feira (1º) o “Conversa com o Governador”, programa de entrevistas exclusivas com  Alberto Pinto Coelho
Omar Freire/Imprensa MG
A Agência Minas estreia nesta quinta-feira (1º) o “Conversa com o Governador”, programa de entrevistas exclusivas com Alberto Pinto Coelho

Com investimentos de R$ 3,7 milhões do Governo de Minas, o governador Alberto Pinto Coelho determinou, nesta sexta-feira (2), o início do funcionamento de 35 câmeras do Sistema de Videomonitoramento ‘Olho Vivo’ em Uberaba, no Triângulo Mineiro. A previsão é que, até o fim de maio, 54 câmeras de vigilância estejam funcionando, a fim de reforçar a segurança no município.

“O programa está em oito cidades mineiras e será expandido para 26 municípios. Este é um programa de grande utilidade na inibição do crime e há estatísticas de que onde ele está instalado, há a diminuição entre 30% e 40% do número de roubos. Mais do que isso, o Olho Vivo também é um instrumento valioso na elucidação de ocorrências criminosas. Inauguramos 35 câmeras em Uberaba, mas teremos as 54 funcionando, por meio de parceria com a prefeitura do município”, destacou o governador.

Redução de crimes

O Olho Vivo visa aumentar a segurança da população ao monitorar, 24 horas por dia, as áreas de alta incidência de crimes contra o patrimônio (roubos). Apesar de o foco do Olho Vivo ser os crimes contra o patrimônio, as câmeras ajudam a evitar todos os tipos de crimes. O sistema foi implantado pela primeira vez em 2004, em Belo Horizonte.

Em Uberaba, as 54 câmeras serão instaladas, principalmente, na área central do município e no bairro da Abadia. As câmeras possuem capacidade de visualização de imagens em alta resolução (HD). A base do sistema está instalada no primeiro andar do prédio da 5ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp).

Os pontos de instalação das câmeras foram estabelecidos pelos comandantes operacionais, em conjunto com a Diretoria de Tecnologia e Sistemas, levando-se em conta os seguintes critérios: estudos estatísticos das zonas quentes de criminalidade, incidência de criminalidade de naturezas relevantes para repressão com uso das câmeras e existência de maior fluxo de pessoas, agrupamento de câmeras, de forma a permitir o acompanhamento sequenciado das ocorrências no terreno.

Atualmente, encontra-se em processo de implantação sistemas de videomonitoramento em mais 18 municípios até o fim de 2014, incluindo a expansão dos sistemas de Belo Horizonte, Uberlândia e Montes Claros. Entre os municípios que receberão o Olho Vivo, estão Patos de Minas, Araguari e Ituiutaba.

Mais investimentos em segurança

Além da entrega do Olho Vivo em Uberaba, Alberto Pinto Coelho também anunciou para o mês de junho a entrega do Posto de Perícia Integrada (PPI) da Polícia Civil no município. Com investimentos de cerca de R$ 3,4 milhões, incluindo construção do prédio e aquisição de equipamentos para o espaço, o local possui 817 m² de área construída e dois andares. No primeiro piso irá funcionar o departamento de medicina legal. Já no segundo andar serão realizadas as perícias criminais.

Também foi anunciada a licitação de bloqueadores de celular para serem instalados nos presídios de Uberaba, Uberlândia, na Nelson Hungria, em Contagem, e em Francisco Sá. O governador também confirmou a implantação do segundo Batalhão da Polícia Militar e, ainda para este semestre, a reforma de quatro Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp), sediadas em Uberaba. A reforma das Aisps, a ser realizada em parceria com a prefeitura municipal, está orçada em R$ 500 mil.

O governador Alberto ainda anunciou a chegada de mais 107 policiais militares às ruas do município e de cidades do entorno até o fim deste ano. Nas próximas semanas, a Polícia Civil de Uberaba irá receber três novos veículos para reforçar os trabalhos de investigação. Em 2014, a 5ª Risp recebeu 28 viaturas, sendo duas bases comunitárias móveis e oito motocicletas para atuarem no policiamento urbano e rural.

Leia tudo sobre: segurançainvestimentoOlho Vivo