Oswaldo confirma Damião no Santos e revela conversa

Treinador exaltou maturidade do atacante para lidar com a pressão e disse que todo o clube está movido para ajudá-lo a superar a fase ruim

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Leandro Damião comemora primeiro gol marcado com a camisa do Santos
SANTOS FC/SITE OFICIAL/DIVULGAÇÃO
Leandro Damião comemora primeiro gol marcado com a camisa do Santos

O técnico Oswaldo de Oliveira confirmou nesta sexta-feira a escalação do Santos para o jogo com o Grêmio, sábado, às 18h30, na Vila Belmiro, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, com a manutenção de Leandro Damião no ataque e o retorno do volante Arouca, recuperado de lesão.

Com isso, o Santos terá novamente o trio de ataque formado por Gabriel, Thiago Ribeiro e Damião, com Geuvânio ficando como opção no banco de reservas. No meio-de-campo, Arouca retorna ao time no lugar de Alison, com Alan Santos sendo mantido entre os titulares.

Assim, o Santos vai entrar em campo com a seguinte escalação: Aranha; Cicinho, David Braz, Jubal e Emerson; Alan Santos, Arouca e Cícero; Gabriel, Thiago Ribeiro e Leandro Damião.

Oswaldo minimizou o momento de instabilidade dos dois times - enquanto o Santos ainda não venceu no Brasileirão, o Grêmio acaba de ser eliminado nas oitavas de final da Copa Libertadores. "A escalação é essa, independente da situação do Grêmio e do Santos, são equipes muito fortes, se não encontrou sucesso, vai tentar encontrar na próxima situação. Sabemos bem a grandeza desse jogo, a importância, e vamos da nossa parte tentar da melhor maneira sair com a vitória", disse.

Oswaldo decidiu manter Damião entre os titulares, apesar do momento ruim do centroavante. O treinador garantiu que o jogador está tranquilo, apesar da situação difícil que passa, pressionado pela falta de gols - são cinco em 15 partidas disputadas pelo clube. Ele, inclusive, teve uma conversa particular com Damião.

"Tentei conversar e acalmar, mas ele passa uma tranquilidade grande, uma seriedade grande. Ele não está insensível, sente isso, cria uma ansiedade, mas lida com isso de forma muito adulta e profissional e sabemos que esse tipo de coisa poderia acontecer e todos estamos voltamos a superar: eu, ele, todos os componentes da comissão técnica e os jogadores também", afirmou.

Após empatar por 1 a 1 com o Sport na estreia no Campeonato Brasileiro, o Santos não passou do 0 a 0 com o Coritiba, no último sábado. O setor ofensivo do time teve atuação apagada, mas Oswaldo acredita que o retorno de Arouca irá ajudá-lo a melhorar.

"Vamos procurar regularidade, depende do adversário, da formação que tivermos no campo. Jogo passado não tivemos o Arouca, o Mena tivemos que mudar um pouco a forma da equipe jogar. Tudo isso conta, causa perda de rendimento. Temos feito um trabalho, essa semana trabalhando procurando beneficiar os setores da equipe, as fases do jogo, para tentar melhorar a equipe", comentou.

Leia tudo sobre: leandro damiaoatacantesantososwaldotecnico