Papa Francisco recebe finalistas da Copa da Itália

Napoli e Fiorentina receberam a bênção e conselhos do pontífice, que enalteceu fator social do futebol

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Vaticano tem suspense à espera dos primeiros cardeais do Papa Francisco
AP Images
Vaticano tem suspense à espera dos primeiros cardeais do Papa Francisco

Fanático por futebol e torcedor declarado do argentino San Lorenzo, o papa Francisco recebeu no Vaticano os elencos de Napoli e Fiorentina para dar boa sorte aos times finalistas da Copa da Itália, confronto marcado para este sábado, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Olímpico de Roma. O pontífice fez questão de alertar os jogadores de como suas atitudes dentro de campo refletem na sociedade, principalmente entre os jovens.

"Vocês jogadores têm uma grande responsabilidade. Vocês são o centro das atenções, e muitos de seus admiradores são crianças e jovens. Tenham isso em mente, seu comportamento tem ressonância, boa e má. Sejam sempre verdadeiro esportistas", disse o papa, em declarações divulgadas pelo jornal italiano Gazzetta dello Sport.

Representantes dos clubes entregaram diversos presentes ao papa como camisas, flâmulas, bolas e uma réplica do troféu da decisão. Também estiveram presentes na audiência com o santo padre representantes da arbitragem do jogo e o presidente da Liga Italiana de Futebol, Maurizio Beretta.

"Hoje o futebol move-se como um grande negócio, a publicidade, a televisão... Mas o fator econômico não deve prevalecer sobre o esporte, porque ameaça a poluir tudo, tanto a nível nacional e internacional, como a nível local", disse. "O futebol na Itália, na Argentina e em outros países é um fator social, e exige responsabilidade social por parte dos jogadores em campo e fora do campo, e por parte dos dirigentes nacionais e locais", completou Francisco em saudação aos atletas.

Leia tudo sobre: papa francisconapolifiorentinavisitafutebol