Rio proíbe cerveja no entorno do Maracanã na Copa

Dez ruas no entorno do estádio carioca estará vetada a comercialização de bebidas alcoólicas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Torcedores questionaram organização dos lugares marcados no Maracanã
Wander Roberto/VIPCOMM
Torcedores questionaram organização dos lugares marcados no Maracanã

A cidade do Rio de Janeiro receberá 600 mil turistas e terá três feriados durante a Copa do Mundo. Nos dias 18 e 25 de junho, os feriados serão a partir do meio dia. E no dia 4 de julho, o feriado será total. Em entrevista na manhã desta sexta-feira, o prefeito Eduardo Paes (PMDB) alertou que as agências de turismo não poderão oferecer pacotes que incluam transporte fretado até a porta do Maracanã. O meio para os torcedores chegarem ao estádio, insistiu o prefeito, serão os transportes públicos. Haverá bloqueios em todo o entorno do Maracanã e somente carros, ônibus e vans credenciados poderão se aproximar do estádio.

Outra medida anunciada foi a proibição de venda de bebidas alcoólicas, nos dias de jogos, em dez ruas próximas ao Maracanã, a partir de duas horas antes até duas horas depois dos jogos. A Secretaria de Ordem Pública (Seop) também vai controlar as autorizações para festas e outros eventos na cidade, mas o prefeito ressaltou que a prefeitura vai estimular os encontros nas ruas para a população assistir aos jogos em telões.

"Queremos a cidade tomada pela alegria dos cariocas. Não vamos tirar a espontaneidade da população. Quanto mais Alzirões surgirem, melhor, e terão respaldo e apoio da Prefeitura", disse Paes em referência à tradicional festa da Rua Alzira Brandão, no bairro da Tijuca.

Eduardo Paes negou que os feriados causem prejuízos para a economia da cidade. "Ao contrário, a Copa é um grande ganho. Haverá turistas chegando, os comércios, os hotéis estarão em plena atividade".

Segundo a Prefeitura, 56% dos ingressos vendidos para o Maracanã são para torcedores estrangeiros. O governo municipal afirmou que haverá lotação completa nos sete dias de jogos no Maracanã, com um total de 560 mil pessoas assistindo aos jogos.

Leia tudo sobre: copa do mundorio de janeiromaracanabebida