Jô diz que os jogadores são os grandes culpados e não Kalil

Para o artilheiro atleticano, atletas são os maiores responsáveis pela queda por não terem rendido o esperado em campo

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

ESPORTES - TACA LIBERTADORES DA AMERICA - FUTEBOL - ATLETICO MG x NACIONAL DE MEDELIN
Jogo de volta da Libertadores no estadio indepedencia em Belo Horizonte, valido pela 8 de final entre Atletico-MG x Nacional de Medelin.NA FOTO:

Foto: DENILTON DIAS / O TEMPO  01/05/2014
FOTO: DENILTON DIAS / O TEMPO
ESPORTES - TACA LIBERTADORES DA AMERICA - FUTEBOL - ATLETICO MG x NACIONAL DE MEDELIN Jogo de volta da Libertadores no estadio indepedencia em Belo Horizonte, valido pela 8 de final entre Atletico-MG x Nacional de Medelin.NA FOTO: Foto: DENILTON DIAS / O TEMPO 01/05/2014

Ao fim do empate em 1 a 1 com o Atlético Nacional-COL, que eliminou o Galo na Libertadores, o presidente do clube alvinegro, Alexandre Kalil, assumiu a culpa pelo fracasso do time na competição sul-americana. Mas para o atacante Jô, os principais responsáveis pelo mau momento da equipe são outros.

"É difícil apontar culpado. Acho que ele (Kalil) não tem que assumir sozinho. Todos somos homens. Quem joga é a gente (jogadores). Claro que ele assume a culpa por ser o presidente. Mas nós temos nossa parcela de culpa. Não é só o presidente ou o Paulo (Atuori, ex-técnico do Galo). Os jogadores é quem são os culpados", declarou.

O centroavante se embasa no fato de o time só ter feito uma partida com o espírito guerreiro que a Libertadores pede, que foi justamente o empate ante os colombianos. E não foi a mudança de treinador que propiciou isso.

"Não foi porque o Levir chegou, mas sim, porque a gente viu que tinha que mudar o jeito de jogar. Tínhamos que correr mais, guerrear, ter raça, tudo que tivemos ano passado. Só voltamos a ter isso hoje (quinta-feira), o que foi muito tarde", afirmou o camisa 7.

Como não há tempo para lamentações, Jô quer ver todo o elenco atuando com mais garra daqui para frente, a fim de faturar títulos na temporada. "No futebol, é preciso mostrar trabalho pouco tempo depois de uma eliminação. O ano não começou bem, mas vamos em busca de títulos", disse.

Leia tudo sobre: atleticogaloLIBERTADORESkaliljoatacanteculpaeliminação