Grêmio mantém planejamento e define que Enderson fica

Presidente dá voto de confiança ao treinador, que não conseguiu classificar o Tricolor Gaúcho na Libertadores

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Para Enderson, o mando de campo tem que prevalecer na decisão pela vaga às quartas de final do torneio
Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Para Enderson, o mando de campo tem que prevalecer na decisão pela vaga às quartas de final do torneio

Contrariando a vontade da maior parte da torcida, a diretoria do Grêmio resolveu manter o planejamento feito no início da temporada e irá manter o técnico Enderson Moreira no comando da equipe até segunda ordem. O treinador já balançava antes mesmo da eliminação da equipe na Libertadores, sacramentada nesta quarta-feira, nos pênaltis, em casa, pelo San Lorenzo.

"Vamos manter o trabalho. Tenho muita convicção no trabalho do Enderson. Ontem (quarta-feira), depois do jogo, estávamos impactados com a derrota. Mas temos que continuar trabalhando. O Enderson, afirmo para vocês, tem o grupo na mão, não há nenhuma dúvida", explicou Rui Costa, diretor executivo do clube, em entrevista coletiva no gramado do Olímpico, debaixo de chuva mesmo.

O próprio dirigente corria risco de ser demitido, mas segue à frente do futebol gremista. "O torcedor está chateado e tem todo o direito de querer modificação. Tenho muito respeito, mas hoje (quinta)' o presidente foi muito claro enfatizando que confia no meu trabalho", enfatizou Rui Costa.

Nesta quinta, na reapresentação do grupo após a eliminação na Libertadores, os jogadores que começaram a partida contra o San Lorenzo, realizaram um treinamento regenerativo dentro do vestiário. O restante do grupo realizou um trabalho técnico no gramado principal do Olímpico. Kleber e Rhodolfo, retornando de lesão, apenas correram em volta do campo.

Leia tudo sobre: grêmiolibertadoresenderson moreira