Atleticano se agarra em crença e espera duelo mineiro na Libertadores

Para sonho ser realizado, Galo precisa passar do Nacional e do Defensor; Cruzeiro precisa eliminar San Lorenzo

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

Pouco mais de duas horas antes do início de Atlético x Nacional de Medellín-COL, o comerciante Paulo Sérgio já estava sentado nas escadas que dão acesso ao portão destinado ao Galo na Veia Black – principal programa de sócio-torcedor do Galo. Ele explica que esta antecedência tem um motivo quase religioso e fundamental para o seu jeito de torcer pela equipe alvinegra.

“Eu sempre venho mais cedo, prefiro chegar mais cedo, porque eu escolho onde vou ficar. Tenho uma crença de sentar no lugar certo e prefiro manter essa posição. Eu nunca perdi um jogo. É mais fácil o Ronaldinho faltar do que eu (risos)”, disse Paulo Sérgio, acreditando em uma vitória e classificação do Atlético nesta noite de quinta-feira.

“Eu acho que hoje será tranquilo, apesar do time adversário não ser fraco. Mas eu acredito no Galo. Se der 2 a 0 está ótimo; já estarei rezando para o Papa”, afirma o atleticano. Apesar de torcer para o Papa Francisco, declarado torcedor do San Lorenzo-ARG, próximo adversário do arquirrival Cruzeiro, Paulo Sérgio deseja ver nesta Copa Libertadores um duelo entre os clubes de Minas Gerais.

“Acho que todos deviam torcer por isso (Atlético x Cruzeiro). Nós mineiros devíamos torcer por este confronto, pois fortalece o futebol daqui e acirra essa sadia rivalidade. Eu torço muito para que isto ocorra”, explicou.

A partida entre Atlético e Nacional de Medellín tem início marcado para às 19h15 desta quinta, no Independência. O Galo precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para chegar às quartas de final do torneio sul-americano. Na próxima fase, o adversário será o Defensor-URU. Atlético e Cruzeiro só se enfrentam na semifinal – se ambos chegarem até lá, claro.

Leia tudo sobre: galoatléticolibertadoresnacionalgalo na veia