Exame constata lesão simples e Leal não será problema para o Mundial

Ponta cubano assustou equipe celeste após lesionar o tornozelo no amistoso com a seleção, mas tudo não passou de um susto

iG Minas Gerais | RÔMULO ABREU |

Leal era dúvida para o clássico, mas teve condições de entrar em quadra
Leal era dúvida para o clássico, mas teve condições de entrar em quadra

A preocupação do Sada Cruzeiro em perder o ponta cubano Leal para o Mundial de Clubes não passou de um susto. O jogador torceu o pé no primeiro set do amistoso contra a seleção brasileira, nessa quarta-feira, no Mineirinho, mas o exame feito não acusou lesão grave e o jogador terá condições de atuar no torneio.

Leal saiu de quadra sem conseguir colocar o pé direito no chão ao cair de mal jeito, ainda no primeiro set, tendo que ser amparado pelos membros da comissão técnica celeste, e a cena gerou apreensão na equipe. Mas, após avaliação médica, o fisioterapeuta cruzeirense Alysson Zuin respirou aliviado, já que não houve rompimento dos ligamentos do tornozelo do atleta. A expectativa é que o cubano seja reintegrado ao grupo já na próxima segunda-feira. Até lá, ele ficará em tratamento intensivo.

“Foi uma lesão menos complicada, uma entorse no tornozelo direito, mas sem rompimento. Já está fazendo tratamento intensivo desde ontem (quarta-feira), fez uma sessão pela manhã e fará mais duas até o fim do dia. Ele estará apto para o Mundial”, disse o fisioterapeuta.

Leia tudo sobre: sada cruzeiroraposalealexamemundialvolei