Após classificação, jogadores do Cruzeiro voltam para Belo Horizonte

Equipe celeste bateu o Cerro Porteño por 2 a 0 e garantiu a vaga nas quartas de final da Copa Libertadores da América

iG Minas Gerais | Diego Costa |

Esportes - Desembarque da delegacao do Cruzeiro no Aeroporto de Confins , Regiao Metropolitana de Belo Horizonte MG, A equipe venceu ontem (29)  o Cerro Porteno em Assuncao , por 2 a 1 pelas oitavas de final da Copa Libertadores da America . Na foto: Atacante Dagoberto . Foto: Alex de Jesus/O Tempo 01/05/2014
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Esportes - Desembarque da delegacao do Cruzeiro no Aeroporto de Confins , Regiao Metropolitana de Belo Horizonte MG, A equipe venceu ontem (29) o Cerro Porteno em Assuncao , por 2 a 1 pelas oitavas de final da Copa Libertadores da America . Na foto: Atacante Dagoberto . Foto: Alex de Jesus/O Tempo 01/05/2014

O Cruzeiro chegou a Belo Horizonte na manhã desta quinta-feira da vitoriosa jornada ao Paraguai, onde o clube conseguiu a classificação às quartas de final da Copa Libertadores da América, que veio após a vitória sobre o Cerro Porteño, por 2 a 0.

O desembarque, em Confins, foi por volta das 06h45. Visivelmente cansados, os atletas ressaltaram o triunfo celeste contra os paraguaios nessa quarta-feira e a vaga na próxima fase.  

O zagueiro Bruno Rodrigo, que foi expulso na partida, destacou que o time soube se encontrar durante o confronto no Paraguai. 

"Jogo estava difícil, mas no sendo tempo a gente praticamente comandou as ações. A equipe do Cerro não jogava. Mais o começo, que foi mais difícil, até os 35 minutos. Mas graças a Deus, teve a superação da equipe, a vontade de todos, foi uma classificação importante, nos dá mais moral ainda, pra continuar fazendo um bom papel, se Deus quiser", disse o zagueiro celeste. 

O atacante Willian afirmou que o voo de volta para BH foi marcado de alegria e cansaço também, ainda reflexo das dificuldades encontradas no duelo com o Cerro. 

"Todo mundo alegre. Mas com os pés nos chão. A gente sabe que não ganhou nada ainda. A felicidade é muito grande, mas todo mundo muito cansado também. Agora é poder descansar ao máximo pra poder recuperar", pontou o atacante.

Autor do primeiro gol da noite, o zagueiro Dedé revelou que teve persistência para, enfim, balançar as redes.

"Eu estou ai no batente, tentando, trabalhando para fazer gols. Perdi gols que para mim eram importantes. E agora, um jogo importante também, fico feliz de poder ajudar", disse Dedé. 

Outro a comentar a classificação da Raposa foi o atacante Dagoberto. Autor do gol que selou a vitória em Assunção. Ele também enfatizou que o time soube se reorganizar em campo, após um início ruim na partida. 

Eu entrei em uma situação privilegiada. O primeiro tempo foi dificílimo, não tomamos o gol por sorte mesmo. Depois, o jogo igualou e nós conseguimos ter muita vantagem no segundo tempo, colocamos a bola no chão e fomos felizes", concluiu.    Após o desembarque, os atletas foram direto para a Toca da Raposa II, onde fazem um leve treino regenerativo. Em seguida, os jogadores serão liberados e voltam aos trabalhos na manhã desta sexta-feira.   No sábado, o Cruzeiro entra em campo contra o Atlético-PR, em Brasília, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira, já tem o primeiro duelo pelas quartas de final da Libertadores, contra o San Lorenzo, na Argentina. 

Leia tudo sobre: WillianDagobertoBruno RodrigofutebolCruzeirodesembarqueaeroportoConfins