Secretaria de Saúde nega pedido de jovem com câncer

O drama vivenciado pela dona de casa Carmelita Maciel, 46, mãe de Emerson Fernandes Maciel, 20, também foi denunciado por servidores municipais ao longo da semana

iG Minas Gerais | Lisley Alvarenga |

Apesar de correr risco de morte, Emerson Maciel teve pedido de medicamento negado
fotos moisés silva
Apesar de correr risco de morte, Emerson Maciel teve pedido de medicamento negado

O drama vivenciado pela dona de casa Carmelita Maciel, 46, mãe de Emerson Fernandes Maciel, 20, também foi denunciado por servidores municipais ao longo da semana.

O paciente, de família carente, é portador de glioblastoma multiforme, um tipo de tumor cerebral considerado maligno, e aguarda, desde 2013, pelo remédio Temozolamida.

O valor da caixa com cinco comprimidos de 100 mg é R$ 3.002,37. O pedido, assim como no caso do menino Diego, foi negado pela Prefeitura de Betim.

“Meu filho está com câncer na cabeça, e não forneceram o remédio alegando que não existe recurso para isso. Fiquei muito decepcionada. Sei que o SUS não o fornece, mas, se a prefeitura quisesse, tenho certeza de que conseguiria”, disse a mãe.

Para cuidar do filho em tempo integral, dona Carmelita, que mora em uma casa simples no bairro Taquaril, teve que abandonar o emprego e, agora, está desempregada.

A dona de casa explicou que o medicamento foi indicado pelo especialista logo após Emerson passar pelo primeiro procedimento cirúrgico, em abril do ano passado. “Depois disso, ele fez quimioterapia e radioterapia. Porém, o médico disse que, para reduzir o risco de morte, ele precisava tomar esse remédio. Como a prefeitura negou o pedido, tivemos que usar um remédio similar, mas ele não fez o efeito esperado, e o tumor aumentou. Meu filho teve que fazer outra cirurgia em março deste ano. Estou muito revoltada. Roubam o dinheiro da saúde e não cuidam da população”, lamentou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave