Um furacão chamado Demi

Sensação entre adolescentes e jovens, artista norte-americana canta sucessos nesta sexta de seu último álbum, no Chevrolet

iG Minas Gerais | Vinícius Lacerda |

Turnê. Assim como fez no Rio de Janeiro, a artista realiza em Belo Horizonte seu show baseado no repertório da turnê ‘The Neon Lights’
Fotos: Marcello Sá Barretto /
Turnê. Assim como fez no Rio de Janeiro, a artista realiza em Belo Horizonte seu show baseado no repertório da turnê ‘The Neon Lights’

No dia 29 de março, às 14h, a entrada do estacionamento do Chevrolet Hall recebeu a primeira barraca de fã da cantora norte-americana Demi Lovato, que realiza nesta sexta uma apresentação única no local. O dono do abrigo era o estudante Joel Alves Franco de Sousa, 15, que, mesmo morando na capital mineira quis garantir seu lugar na frente do palco. “Sou fã desde 2011, não fui a nenhum show que ela fez no Brasil ainda porque não tinha dinheiro e resolvi garantir meu lugar, pois se ela descer do palco como fez em todos os outros shows, eu consigo encostar nela”, diz o fã.

Assim como Joel, milhares de fãs brasileiros, conhecidos também como “lovatics”, festejaram quando foi anunciado que a turnê “The Neon Lights” passaria por Belo Horizonte, além de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre.

A surpresa, porém, não foi tão grande. Essa é a quarta vinda da cantora ao país e ela sempre ressalta ter um prazer enorme em cantar por aqui. O principal motivo? “Os fãs”, disse ela durante um ensaio na capital carioca.

São esses fiéis admiradores brasileiros que esgotaram todos os ingressos para os shows de Demi, vista pelos fãs como um símbolo de superação. “Ela é uma inspiração por tudo que já passou e pela coragem que teve de admitir isso em público”, comenta a estudante paulista Bia Bernadini, 19, que não conseguiu comprar ingressos para nenhuma das duas apresentações na capital paulista e veio acampar junto com amigos.

A estudante se refere as situações que Demi vivenciou durante sua vida, como os problemas relacionados à automutilação durante a adolescência, os quais fizeram com que ela tatuasse a expressão “stay strong”, (fique forte, em tradução livre) em cada um dos punhos para cobrir as cicatrizes.

Em 2010, Demi foi internada em uma clínica de reabilitação depois de atacar uma de suas dançarinas em um avião, em decorrência de depressão e uso de drogas. Além disso, ela também sofria de distúrbios alimentares.

A expressão virou símbolo de sua luta pessoal e também de um documentário da MTV sobre a jovem. Serviu ainda de inspiração para o livro “Staing Strong: 365 Days a Year”, de autoria da própria cantora.

Mas Demi conseguiu superar. E hoje, depois de participar de duas edições da versão norte-americana do reality musical “The X Factor”, ela é uma cantora que arrasta multidões. “As músicas dela são muito boas, tem para todos os gostos. Eu prefiro ‘Heart Attack’, pois fala sobre a dificuldade das paixões e ‘Neon Lights’, que é ótima na balada”, opina Sousa.

As duas canções citadas fazem parte do álbum “Demi”, que guia a maior parte do repertório do show desta sexta. Estão presentes na turnê também canções de seu disco considerado o divisor de águas, “Unbroken”. O álbum representa seu período de ressurgimento após os problemas que enfrentou e conta com o popular single “Skyscraper”. “Ela mostra que é uma guerreira e consegue superar os obstáculos. Isso é um incentivo para todos”, diz Sousa.

No Brasil. No país há quase uma semana, Demi Lovato já passou por situações que marcaram sua estadia. Aqui, recebeu o disco de platina tripla pela venda de 120 mil cópias do álbum “Demi”. A conquista torna a artista a ex-Disney com melhor venda de CDs no país.

Por outro lado, a estrela tem reclamado do assédio dos paparazzi. Em sua passagem pelo Rio de Janeiro, ela declarou ter ficado no quarto em um dia lindo de sol. “É tão lindo aqui e eu quero ir à praia, mas os paparazzi são implacáveis”, comentou na rede social.

Agenda

O quê. Demi Lovato apresenta a turnê “The Neon Lights”

Quando. Nesta sexta, às 21h

Onde. Chevrolet Hall (avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi)

Quanto. Ingressos esgotados

Discografia

Quatro álbuns já foram lançados pela cantora desde que começou a trilhar os caminhos de sua carreira solo como cantora: – “Don’t Forget” (2008)  

– “Here We Go Again” (2009)

– “Unbroken” (2011)

– “Demi” (2013)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave