Através do diálogo, Levir Culpi passa motivação aos jogadores do Galo

Com tempo curto para colocar sua cara na equipe, técnico do Galo se preocupa com a motivação dos atletas visando classificação na Libertadores

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Ronaldinho, Jô, Leonardo Silva, Otamendi e Alex Silva observam Levir dar treino no CT
Bruno Cantini/CAM
Ronaldinho, Jô, Leonardo Silva, Otamendi e Alex Silva observam Levir dar treino no CT
Sem muito tempo para trabalhar o Atlético taticamente, o técnico Levir Culpi passou os últimos dias trabalhando mais o emocional dos jogadores para a partida decisiva desta quinta-feira, no Independência, contra o Atlético Nacional-COL, que vale uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores.   Desde que foi apresentado na sexta-feira, em Porto Alegre, Levir vem conversando bastante com os atletas a fim de passar o máximo de motivação possível para cada um deles. Em meio a isso, vem tentando descobrir os motivos que levaram o atual campeão da América a ter uma queda brusca de rendimento neste ano. E, segundo ele, conseguiu.   “Acho que o que está acontecendo é o reflexo da grande conquista da Libertadores. Foi uma conquista que ninguém vai esquecer. Eles (jogadores) ainda podem estar em estado de êxtase. Sair de um estado de vitória na Libertadores, um estado quase 'alcoolizado', digamos assim, é difícil. É preciso voltar a ter objetivos. Eu acho que é isso”, afirmou o treinador.   Mas Levir diz ter a solução para este 'problema' que se instalou na Cidade do Galo. “Todos estão vivendo aquela alegria, aquela emoção, que foi muito prazerosa. Faz parte do ser humano. Temos de restabelecer as prioridades do Atlético. Temos que centrar num objetivo. Estamos há oito ou nove jogos para buscar um título mundial. Tem que pensar assim. O Atlético teve o gostinho de ganhar a Libertadores, mas não Mundial do ano passado. Talvez se voltar a ter esse objetivo, pode voltar a buscar”, disse.

Leia tudo sobre: atleticolevir culpimotivaçãolibertadores