Atlético nunca foi eliminado por um time colombiano em mata-matas

O Atlético levou a melhor em todas as quatro ocasiões anteriores em que enfrentou clubes da Colômbia em etapas eliminatórias, de jogos de ida e volta

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Atlético realiza o sonho que parecia inalcançável
RODRIGO LIMA/O TEMPO
Atlético realiza o sonho que parecia inalcançável

A partir das 19h15 desta quinta-feira, no Independência, o Atlético tentará reverter a vantagem alcançada pelo Atlético Nacional-COL no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores para avançar na competição. Caso isso aconteça, o clube alvinegro manterá o tabu de nunca ter sido eliminado por uma equipe colombiana em mata-matas de torneios sul-americanos.

O Atlético levou a melhor em todas as quatro ocasiões anteriores em que enfrentou clubes da Colômbia em etapas eliminatórias, de jogos de ida e volta.

O primeiro destes mata-matas se deu nas quartas de final da Copa Conmebol de 1992. O alvinegro superou o Atlético Júnior, graças a um empate em 2 e 2, e um triunfo por 3 a 0. Já na edição de 1995 da Conmebol, o Galo teve pela frente o América de Cáli nas semifinais. Depois de derrota por 4 a 3 e vitória por 1 a 0, o alvinegro garantiu um lugar na final ao bater o oponente nos pênaltis por 4 a 3. O América voltou a sofrer nas mãos do Atlético das quartas de final da Conmebol de 1997. Para avançar às semifinais, o alvinegro precisou de um triunfo por 2 a 1 e um empate em 1 a 1. E nas oitavas de final da Copa Sul-Americana de 2010, o Galo levou a melhor em cima do Santa Fe, devido a uma vitória por 2 a 0 e um revés por 1 a 0. Nesta noite, o Atlético tentará ganhar seu quinto mata-mata contra colombianos. O time mineiro precisa de uma vitória por, no mínimo, dois gols de diferença, para obter a vaga às quartas de final. Caso vença por 1 a 0, mesmo placar do triunfo do Atlético Nacional, no duelo de ida, a decisão da vaga sairá da disputa por pênaltis.

Leia tudo sobre: atleticoatletico nacionalcolombiaeliminacao