Torcedor que atirou banana em Daniel Alves é preso

Racista também foi banido do El Madrigal, estádio do Villarreal, e pode ser preso por até três anos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Torcedor que atirou banana para Daniel Alves pode pegar até três anos de prisão
Reprodução
Torcedor que atirou banana para Daniel Alves pode pegar até três anos de prisão

A polícia espanhola anunciou nesta quarta-feira que prendeu o torcedor do Villarreal que atirou uma banana em Daniel Alves durante partida contra o Barcelona, domingo, em rodada do Campeonato Espanhol. O ato racista gerou forte repercussão na internet e imprensa mundial nos últimos dias por causa da reação do brasileiro diante da ofensa.

O lateral-direito do time catalão e da seleção brasileira reagiu rapidamente ao ver uma banana atirada aos seus pés quando se preparava para cobrar um escanteio. Sem se abalar, ele juntou a fruta do chão, comeu um pedaço e fez a finalização em direção à área. A atitude ganhou rapidamente as redes sociais com o apoio de Neymar, seu companheiro de clube.

O torcedor, segundo a polícia, se chama David Campayo Lleo e tem 26 anos. De acordo com a imprensa espanhola, ele seria funcionário do Villarreal, atuando nas divisões de base, mas já teria sido demitido. O clube, porém, não confirma nenhuma das informações.

O Villarreal só confirmou, ainda na segunda-feira, que o torcedor foi banido do seu estádio, o El Madrigal. Campayo Lleo poderá agora também ser punido pela Justiça. Se condenado por racismo, poderá ficar preso por até três anos.

Leia tudo sobre: daniel alvesvillarrealfutebolesporteracismobananaspreso