Incertezas fecham 48 usinas no país

iG Minas Gerais |

As incertezas no mercado de etanol já fecharam 48 usinas no país nos últimos quatro anos, sendo seis em Minas Gerais, e ainda ameaçam as que estão de portas abertas. “Temos a possibilidade de fechamento de mais três usinas em Minas Gerais neste ano”, diz o presidente da Siamig, Mário de Campos. O Estado tem hoje 39 usinas em produção atualmente.

Além dos problemas estruturais, o setor ainda foi castigado com a seca, que vai reduzir a produção na safra que começou a ser colhida neste mês. A expectativa é que o Centro-Sul do Brasil, maior região produtora, produza 580 milhões de toneladas de cana – 2,7% a menos do que o verificado na safra passada. A estimativa de Minas Gerais ainda não está fechada, mas o Estado deve acompanhar a tendência de queda.

A redução na produção inverte a tendência dos anos de bonança. De 2005 a 2010, o país dobrou sua capacidade de produção, passando de 300 milhões de toneladas por ano para 600 milhões.

Em Minas Gerais, a expansão foi ainda mais forte: o Estado quadruplicou sua produção, passando de 15 milhões de toneladas por ano para 60 milhões. Hoje, o setor sucroalcooleiro emprega diretamente 80 mil pessoas em Minas Gerais e, de maneira indireta, 240 mil. (APP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave