Gordurinha a mais em quadris não está associada a doenças

iG Minas Gerais |

Nova York. A gordura acumulada nos quadris, nádegas ou coxas é relativamente inerte; embora possa ser cosmeticamente indesejável, ela não está associada a doenças crônicas ou morte precoce, indicam especialistas norte-americanos.

Mas, por sua vez, a distribuição da gordura corporal excessiva faz uma grande diferença para a saúde.

Quem tem muita gordura abdominal, que é metabolicamente ativa, têm propensão a desenvolver resistência à insulina, a acumular lipídios em excesso no sangue, a ter pressão arterial elevada, diabetes, doença cardiovascular prematura e aumento do risco de disfunção erétil e doença de Alzheimer. (Jane E. Brody/NY T)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave