Celebrem, Jack Bauer está de volta

Na próxima terça-feira, estreia no Brasil nova temporada de “24 Horas”

iG Minas Gerais | Isis Mota |

Adrenalina pura. Kiefer Sutherland e Mary Lynn Rajskub levam Jack Bauer e Chloe O’Brian para Londres, mas continuam perseguindo terroristas e fugindo do seu próprio governo
fox/divulgação
Adrenalina pura. Kiefer Sutherland e Mary Lynn Rajskub levam Jack Bauer e Chloe O’Brian para Londres, mas continuam perseguindo terroristas e fugindo do seu próprio governo

Na próxima terça-feira, dia 6, um dia após a estreia nos Estados Unidos, volta às telinhas brasileiras um dos maiores sucessos da década passada: “24 Horas”, a série que inovou ao exibir episódios que mostravam, cada um, 24 horas na vida dos personagens, sempre correndo contra o tempo, contra a contagem regressiva de um detonador, perseguindo um terrorista louco e quebrando todas as leis norte-americanas e internacionais para manter o mundo a salvo de mais uma ameaça. Desta vez, serão 12 episódios.

“24 Horas” teve oito temporadas, entre novembro de 2001 e 24 de maio de 2010, quando acabou. Só que não. Para alegria dos fãs, estão de volta o ex-superagente – agora exilado em Londres – Jack Bauer (Kiefer Sutherland, @RealKiefer no Twitter) e sua fiel escudeira, gênio dos computadores e ombro amigo na unidade antiterrorismo Chloe O’Brian (Mary Lynn Rajskub, @rajskub).

Jack Bauer está para a televisão dos anos 2000 assim como MacGyver esteve para a TV dos anos 80. Não tem quem nunca tenha ouvido falar deles, mesmo sem ter assistido ao programa. A diferença é que, enquanto MacGyver era um agente secreto que resolvia seus problemas graças a conhecimentos científicos, um canivete suíço e qualquer material que estivesse ao seu alcance, Jack Bauer abusa das armas e bombas, e tortura sem dó qualquer um que possa lhe dar o menor pedaço de informação sobre seus alvos.

Dizem que as baratas sobrevivem até a uma explosão nuclear. Jack Bauer é, por assim dizer, a barata do mundo da contraespionagem. Capaz de sair das situações mais impossíveis, sobreviver a todo tipo de atentado e à perda de entes queridos, ele agora ressurge, quatro anos após o fim da série original, exilado em Londres.

O que o tira da toca para um retorno triunfante, quatro anos depois de se tornar foragido da Justiça, é – claro – a iminência de outro desastre global.

A diferença é que, enquanto tenta impedir um ataque terrorista, ele é caçado por forças norte-americanas enviadas pelo presidente da vez, James Heller (William Devane). Chloe, que vive em Londres, agora é uma espécie de caricatura de Edward Snowden: trabalha para um site que denuncia ações do governo.

Perseguindo Jack Bauer estão o chefe da CIA Steve Navarro (Benjamin Bratt), a agente Kate Morgan (Yvonne Strahovski, de “Dexter” e “Chuck”), Jordan Reed (Giles Matthey), técnico de informática da CIA tão inteligente quanto sofisticado (oponente direto de Chloe O’Brian?) e Erik Retter (Gbenga Akinnagb, de “The Wire”).

Para aumentar a adrenalina, o chefe de gabinete do presidente dos Estados Unidos é Mark Boudreau (Tate Donovan), casado com o antigo amor de Jack, Audrey (Kim Raver, que também está em “Revolution”). Como se não bastasse, o presidente é pai da moça.

Pegue o ritmo. Quer ver Kiefer Sutherland bem mais novo, se lembrar de todas as temporadas, os presidentes e os agentes duplos, mas não tem tempo para uma maratona? Pouco mais de dez minutos no Youtube bastam. Procure por “24: The Story So Far”, ou vá direto a www.youtube.com/watch?v=eN2tizmfz44&feature=youtu.be. Acompanhe também nas redes sociais pela hashtag #JackIsBack. “24 Horas” estreia na Fox no dia 6 de maio, às 22h30, legendado. Se a audiência corresponder à expectativa, quem sabe a série continua? Na prateleira

73 indicações a prêmios Emmy. Venceu o de melhor série dramática em 2006   12 indicações para o Globo de Ouro, recebendo o de melhor série dramática em 2004 e melhor ator em série dramática de televisão em 2002   Kiefer Sutherland foi indicado ao Emmy sete vezes, e levou um de melhor ator em série de drama em 2006. Também venceu duas vezes, como Jack Bauer, o SAG Award, entregue pela Liga dos Atores, e o Satellite Award, da Academia de Imprensa Internacional

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave