Guarnição da guarda municipal vai conferir denúncia e acaba alvejada

Três supostos traficantes passaram a pé atirando contra o carro; ninguém foi detido até o momento; em fevereiro deste ano um guarda e uma enfermeira foram baleados em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), na mesma região

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Uma viatura da guarda municipal de Belo Horizonte foi alvejada por supostos traficantes na noite desta terça-feira (29) no bairro Jardim Felicidade, na região Norte da capital. Até o momento nenhum suspeito foi preso.      

De acordo com o guarda Sérgio Luiz, que estava na viatura, dois carros da guarda foram até um posto de saúde do bairro após denúncia de tráfico de drogas na unidade de saúde. No local, a guarnição encontrou um suspeito que estava com pedras de crack. Quando percebeu a presença das autoridades ele fugiu deixando o entorpecente no local.

Em seguida, três homens passaram a pé atirando contra a viatura da guarda municipal. “De todos os tiros disparados apenas um atingiu o carro. Graças a Deus ninguém ficou ferido”, declarou o guarda.

A guarnição deixou o local, foi até uma unidade da polícia e voltou com uma viatura da Polícia Militar (PM). Até o momento ninguém foi preso.      

Em fevereiro deste ano, um guarda municipal e uma enfermeira ficaram feridos após serem baleados dentro de uma Unidade de Pronto-Atendimento do bairro Primeiro de Maio, na mesma região.

Após o fato, a categoria saiu pelas rua da capital manifestando a favor da autorização do uso da arma de fogo para esses profissionais. Atualmente, os guardas usam apenas armas não letais como Taser, que dispara uma descarga elétrica capaz de imobilizar o alvo sem feri-lo.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave