Justiça aceita denúncia contra ex-diretor da Petrobras e sua família

Paulo Roberto Costa, suas duas filhas e seus genros são acusados de ocultar e destruir provas durante operação da Polícia Federal

iG Minas Gerais | Da redação |

A Justiça Federal do Paraná aceitou na tarde desta terça-feira (29) uma segunda denúncia contra o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ele, suas duas filhas e seus genros são acusados de tentar ocultar e destruir provas durante a fase de buscas da Operação Lava Jato, realizada em março deste ano.

A Polícia Federal descobriu por meio de imagens de câmeras de segurança que as duas filhas de Costa teriam retirado material significativo do escritório do diretor no dia que os agentes realizavam buscas no local.

Paulo Roberto Costa já está sendo processado pela Justiça Federal do Paraná por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, junto com o doleiro Alberto Youssef.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave