Cech e Terry treinam e podem ser surpresas no Chelsea

Caso mais preocupante era o do goleiro, que foi substituído ainda no primeiro tempo da partida da semana passada contra o Atlético de Madrid, com o ombro deslocado

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

CHELSEA / DIVULGAÇÃO
undefined

Uma semana depois de se lesionarem na primeira partida das semifinais da Liga dos Campeões contra o Atlético de Madrid e serem descartados pelo técnico José Mourinho para a volta, o goleiro Petr Cech e o zagueiro John Terry voltaram aos treinos no Chelsea. Eles participaram normalmente da atividade desta terça-feira e podem ser surpresas para o duelo de quarta, no Stamford Bridge, em Londres.

O caso mais preocupante era o de Cech, que foi substituído ainda no primeiro tempo da partida da semana passada com o ombro deslocado. Após o jogo, Mourinho chegou a dizer que a temporada estava acabada para o goleiro, o que aumentou a surpresa por sua presença no treino desta terça.

Situação semelhante viveu Terry, que foi substituído no segundo tempo na Espanha depois de torcer o tornozelo. Mourinho também foi o primeiro a fazer um diagnóstico do zagueiro e chegou a dizer que ele só voltaria aos gramados em uma eventual final de Liga dos Campeões.

Mas Cech e Terry não foram as únicas novidades do Chelsea no treino desta terça. O meia Hazard e o atacante Samuel Eto'o, desfalques nas últimas partidas por problemas físicos, também trabalharam normalmente. Hazard se recupera de uma lesão no calcanhar, enquanto Eto'o vem de lesão no joelho.

Resta saber se a participação destes quatro jogadores no treinamento, principalmente de Cech e Terry, indica realmente que eles estão recuperados ou é apenas uma tática adotada por José Mourinho para confundir o treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, na véspera da partida decisiva.

Leia tudo sobre: cechterrytreinampodemreforçochelsealiga dos campeoessemifinaisatletico de madrid