Indenização vai depender de melhorias

iG Minas Gerais | Johnatan Castro |

A promessa do Dnocs é que a maior parte do dinheiro investido na conclusão da barragem do Berizal seja aplicada em ações socioambientais. Serão R$ 151 milhões de um total de R$ 251 milhões.

O coordenador estadual do Dnocs, Gustavo Xavier Ferreira, explicou que cada atingido receberá indenização proporcional ao tamanho e as benfeitorias que o seu terreno possui. Será criado um reassentamento com 8,3 milhões de m² e cada família receberá, além de um novo lote, entre R$ 120 mil e R$ 140 mil, uma conta de R$ 70 mil para a construção de uma casa e sexta básica mensal. O órgão federal ainda prometeu oferecer assistência técnica, energia elétrica e ainda providenciar estradas e cercas para a nova região. Divergência. Entre os moradores que precisam ser completamente remanejados, o Dnocs diz que pretende pagar entre R$ 2.000 e R$ 5.000 por cada 10 mil m². Já o MAB afirma que esse valor deveria chegar a R$ 30 mil pelo mesmo tamanho de terra. O departamento ainda não sabe o número exato de reassentados entre as 421 famílias atingidas e, por isso, desenvolverá a pedido do Ministério da Integração Nacional um estudo mais aprofundado sobre o tema.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave